Mais do que cinema

Para além dos filmes, a 6.ª edição do Madeira Film Festival inclui um desfile de moda, um concerto e um programa de residências artísticas.

A chegada do mês de abril coincide, também, com mais uma edição do Madeira Film Festival. Entre os dias 17 e 23, dezenas de filmes dedicados à natureza entram em cena no Teatro Municipal Baltazar Dias.

Uma das novidades que chega com a 6.ª edição é o programa de residências artísticas, a ser orientado pelo realizador Pedro Sena Nunes. Assim, jovens realizadores têm a oportunidade de produzir conteúdos cinematográficos ligados aos 600 anos da descoberta da Madeira, num projeto que se deverá prolongar até 2019.

Como vem sendo habitual, a cerimónia de abertura irá acontecer com um cocktail no Belmond Reid’s Palace. Seguir-se-á o filme de abertura do festival que, ao contrário do que tem acontecido nos últimos anos, deverá ser português.

O festival contará ainda com um desfile de moda internacional, a realizar-se no dia 21 de abril. No mesmo dia, há o concerto da soprano checa Zdislava Bocková. O preço é 20 euros. Durante o evento deverão ser atribuídas as nomeações de Embaixadores da Floresta Laurissilva, prémio dado a todos os participantes do festival. A edição deste ano vai exibir, no Teatro Municipal Baltazar Dias, 18 longas-metragens e 12 curtas, entre os dias 18 e 22 de abril. 

 

18 de abril, terça-feira

O filme de abertura tem sessão marcada para as 21:00 horas e intitula-se “Eagle Huntress”. A película conta a história de uma menina de 13 ano que treina para se tornar na primeira mulher, em 12 gerações da sua família cazaque, caçadora de águias, uma tradição associada, durante séculos, ao género masculino no seu país.

 

19 de abril, quarta-feira

O segundo dia do festival inicia pelas 14:00 horas com a curta-metragem australiana "The Austrian Road", de Ruslana Berndl, que narra uma história passada na União Soviética até à atualidade; e "Writings on the Edge, uma curta-metragem portuguesa do realizador Bernard Candey, com uma nomeação no Barcelona Planet Film Festival e que conta a história de um escittor numa viagem pela imaginação.

Logo pelas 16:00 horas, a longa-metragem "The Wasting", de Carolyn Saunders, que percorre a vida de uma jovem, Sophie, que sofre de anorexia e partilha uma relação atribulado com o seu pai. Encontra consolo no seu namorado Liam, até o dia que começa a receber visitas noturnas de um fantasma, levando toda a gente a pensar serem alucinações relacionadas com a anorexia.

Na sessão das 18:30 horas, o documentário "The verse of us", dos realizadores Xiaoyu Qin e Feiyue Wu, que aborda a vida dos trabalhadores que contribuíram para a ascensão da indústria Chinesa.

Para terminar o segundo dia do festival, "The Handmaiden", pelas 21:00 horas, do diretor sul coreano Park Chan-Wook. O filme percorre um plano elaborado por uma vigarista e um orfão carteirista, para seduzir e roubar a herança de uma mulher japonesa.

 

20 de abril, quinta-feira

A começar pelas 14:00 as curtas-metragens "Water", de Jim Wilmer, "Eat Me", de Llina Perianova, "Spaghetti Junction", de Noor Tadjer, "Journey Birds", de Daphna Awadish e "Night Shadows", de Ivan Viaranchyk.

Pelas 16:00 horas a primeira longa-metragem do dia, o filme "RAMS" de Grimur Hakonarson conta a história de doisa irmãos que se reencontram após 40 anos de disputas.

O documentário "You never had it: an evening with Bukowski", do realizador Matteo Borgardt, a ser exibido pelas 18:30 horas baseia-se em entrevistas feitas pela jornalista Silvia Bizio ao famoso escritor Charles Bukowski na sua casa, em San Pedro, Califórnia, no ano de 1981. Para esta sessão o realizador estará presente para uma sessão de perguntas e respostas.

Para fechar o terceiro dia do festival "In Dubious Battle", do realizador James Franco, que conta a história de um activista que se envolve no movimento trabalhista dos trabalhadores agrícolas da Califórnia durante os anos 30.

 

21 de abril, sexta-feira

O quarto dia do festival de cinema começa com uma sessão de curtas-metragens, pelas 14:00 horas. "Dance of the neurons", de Jody Oberfelder, com uma sessão de perguntas e respostas com o próprio realizador, "Salifornia", de Andrea Beluto, Another World "Those who come by sea", de Manuela Morgaine, também com sessão de perguntas e respostas; por fim, "Corpo Cego", do realizador português Diogo Vale, também com uma sessão de perguntas e respostas.

Pelas 16:00 horas a longa-metragem "Little Men", de Ira Sachs, uma história de dois amigos recém-formados que vêem a sua amizade posta à prova por diferenças entre os pais.

Pelas 18:30 horas "Pearl Button", o filme de Patricio Guzman que se dedica ao oceano como detentor de toda a história da humanidade.

Na última sessão, pelas 21:00 horas, o filme Captain Fantastic" preenche a tela do Teatro Municipal Baltazar Dias. Um filme de Matt Ross que conta a história de um pai rígido que começa a questionar a sua forma de educar os filhos, quando confrontado com uma mudança na sua vida.

 

O Madeira Film Festival, criado em 2012, pretende divulgar e homenagear a Floresta Laurissilva que, desde 1999, é considerada Património Mundial da UNESCO.

www.madeirafilmfestival.com