Torre com vista para o mar

Uma torre do século XVIII é o novo espaço visitável do Museu de Arte Sacra do Funchal.

 

O Museu de Arte Sacra do Funchal tem uma nova área aberta a visitas. Neste caso não se trata de uma sala para apreciar quadros, mas sim da torre-varanda-mirante, a partir de onde é possível desfrutar de uma magnífica vista sobre a cidade.

A torre foi recuperada, num projeto que envolveu o restauro e conservação de um painel de azulejos do século XVIII. As visitas implicam a aquisição de um bilhete próprio, que dá também acesso a duas salas que servem para exposições temporárias.

O painel de azulejos da varanda é típico do período de produção das Oficinas de Lisboa do segundo quartel do século XVIII, surgindo aqui a representação alegórica das três virtudes teologais: fé, esperança e caridade.

A torre-varanda-mirante, dotada normalmente de um monóculo, era um espaço arquitetónico típico dos palacetes urbanos madeirenses do século XVIII, destinado inicialmente à observação dos navios que entravam e saíam da baía do Funchal.

Inspirado nesta tipologia, a torre do edifício do Museu e Arte Sacra do Funchal foi um espaço vocacionado sobretudo para o repouso e para contemplação da paisagem, pelos bispos que ali viveram até ao início do século XX.

Esta torre foi erigida no novo edifício, em 1750, na sequência de um terramoto que atingiu o Funchal, dois anos antes.