Gin da Madeira conquista ouro

O gin da marca Cannings’s foi premiado na prestigiada International Wine & Spirit Competition.

 
A imponência da natureza e, acima de tudo a potência da montanha, servem de inspiração para um gin de origem madeirense, o Gin Canning’s. A bebida, produzida por Filipe Canning Clode, da Companhia Nova de Aguardente tem notas de plantas da floresta Laurissilva e de dois frutos bem conhecidos na Madeira, a pitanga e o maracujá. Esta combinação foi agora premiada com uma medalha de ouro em prova cega no International Wine & Spirit Competition, realizado em Londres, um dos mais relevantes concursos de bebidas do Mundo.
 
Filipe Canning Clode, que vem de uma família com tradição familiar na arte da destilação que remonta a 1927, diz à Essential que esta “é uma herança de uma sabedoria acumulada de gerações de trabalho e que vai sempre evoluindo”. Em 2016, este antigo militar, abriu uma nova empresa sediada no Parque Empresarial da Ribeira Brava, no cimo de uma montanha, onde passou a ser produzido gin em vez do rum que era tradição da família: “um gin que se distingue pela qualidade”, considera o criador.
 
O International Wine & Spirit Competition já existe há 49 anos e envolve empresas de cerca de 80 países. Uma das etapas iniciais é uma avaliação química. Só as bebidas aprovadas nessa primeira etapa são submetidas a uma prova cega, na qual o Gin Canning’s desvendou a medalha de ouro.
 
A bebida, que é comercializada e distribuída na Região pela Empresa de Cervejas da Madeira, já tem também alguns pedidos internacionais. Filipe Canning Clode pretende que quem compre uma garrafa de Gin Canning’s “quando a abrir, algures no mundo, prove e se lembre da Madeira. É bom as pessoas sentirem saudades de onde estiveram”.