Inovação global

Paulo Maló inovou a medicina dentária e lançou as bases Maló Clinic, líder em implantologia e estética dentária, que também está presente na Madeira.

Se entrar numa clínica Maló em qualquer parte do Mundo, e muito provável que se cruze com o fundador da marca que é líder mundial em Implantologia e Estética Dentária. Paulo Maló, médico dentista, faz questão de visitar todas as principais clínicas nos países onde a marca está presente. Atende doentes e realiza cirurgias, utilizando as técnicas que levaram o grupo à liderança do mercado.

A Madeira faz parte dessa rota e foi numa dessas visitas que, em entrevista à Essential, Paulo Maló não precisou de muitas palavras para avaliar o desempenho da clínica do Funchal: «É um sucesso!» Esta avaliação é baseada no crescimento, que considera «espectacular».

Localizada junto ao Lido e com capacidade para 35 gabinetes, a clínica do Funchal segue o princípio aplicado a outros pontos do país e do Mundo, que é o desenvolvimento do Turismo de Saúde e Bem-estar: «Aqui na Madeira estamos numa fase muito inicial, mas no Algarve temos uma componente turística muito grande». No caso de Lisboa, Paulo Maló indica que 30% dos pacientes não são portugueses: «a clínica de Lisboa foi feita para turismo de saúde, a clínica de Macau foi feita para turismo de saúde, a clínica do Algarve foi feita para turismo de saúde e esta clínica foi baseada no turismo de saúde». Por isso está dentro do hotel Meliá Madeira Mare. «Não é à toa! Ao fundo tem o elevador para os quartos».

O espaço do Funchal passou a oferecer a vertente médica, com valências como a Medicina Estética Facial e Corporal, Medicina Interna, Gastroenterologia, Nutrição, Obstetrícia, Otorrinolaringologia, Ortopedia, Pediatria, Psicologia, Reumatologia e Terapia da Fala. Esta oferta (Maló Clinic Medical) está presente nas principais Maló Clinics, ou em casos em que o potencial de crescimento é grande, como a Madeira.

Paulo Maló explica que uma coisa leva à outra: «Por exemplo, as pessoas que põem os dentes todos, muitas vezes têm rugas, ou têm o nariz torto, ou não conseguem respirar pelo nariz… nós então começámos a associarmo-nos, a trazer para o nosso grupo, outras valências médicas».
«Não se trata de salvar vidas, mas melhorar a qualidade de vida», explica o médico dentista que define a Maló como uma marca vocacionada para a saúde e bem-estar.

A estas duas vertentes junta-se uma terceira, a do Medical Spa: «fomos nós que desenvolvemos o conceito de Medical Spa. Fizemos o primeiro e único no mundo, em Macau com 6 blocos operatórios». A este nível o próximo passo é Amã, capital da Jordânia, a que se segue o Dubai e Guangzhou, na China. Em Portugal o grupo possui as Termas do Luso e a Maló Clinic do Funchal também inclui um Spa. A próxima aposta será na cosmética, onde está a ser preparada uma linha de produtos.

A história do grupo começa com a parte dentária. O primeiro passo foi em 1992 com os implantes dentários: «Isto é que foi, digamos, a grande revolução.

O segundo passo revolucionário foi uma técnica que permite «num só dia, na verdade em horas, colocar dentes, dentes fixos numa pessoa que não tem dentes nenhuns na boca, sem nunca necessitar de transplantes de osso». A inovação está no conforto «por não fazer um transplante de osso», além de garantir uma taxa de sucesso de praticamente 100%, enquanto as técnicas anteriores, apenas eram aplicáveis a 70% dos casos. Também o preço foi “revolucionário”, baixando os custos deste tipo de intervenção para metade.

Outra inovação ainda foi uma prótese fixa, a Maló Clinic Bridge, feita em computador, que garante uma estética «tal e qual como os dentes naturais» .

Desde a fundação da marca foram criados 16 técnicas e produtos. Paulo Maló considera que é essa inovação «que permite, por exemplo, entrar nos Estados Unidos e ser praticamente líder do mercado. Somos líderes de mercado na Austrália, no Japão, na China…»

As técnicas utilizadas geraram um movimento de turistas que procuram estes tratamentos e começaram a viajar para Lisboa. A procura, conforme as nacionalidades, determinou o rumo da internacionalização e continua a orientar esse caminho.

Lisboa continua a ter a maior clínica do Mundo, seguida do Porto. Na lista de 22 países constam a Alemanha, França, ou Suíça, entre outros. Com cerca de 40 clínicas e mais de 100 parcerias, o grupo tem mais de 1.500 colaboradores.

Além da saúde, a marca Maló também está presente noutros sectores, com produção de vinhos e azeites, agricultura, distribuição de congelados e agropecuária com a produção de leitões bísaro.

Só que estas áreas não foram uma opção de investimento recente. Paulo Maló lembra que o pai era agricultor no sector da pecuária e como nasceu nesse mundo acha que «o estranho não é estar a produzir leitões, vinho e azeite, o estranho é eu estar a tratar dentes».