Um museu sem sair de casa

A Direção Regional de Cultura criou um portal que permite visitar, a partir de qualquer parte do mundo, alguns museus da região.

E se, sem sair de casa e da sua zona de conforto, pudesse também visitar um museu? Ou se pudesse observar as peças de um museu antes de lhe fazer uma visita?

Na Madeira já é possível percorrer o espólio ou visitar determinada exposição de vários núcleos museológicos através do portal Museus da Madeira – Plataforma Online.

O projeto, criado este ano, surge de uma preocupação da Direção Regional de Cultura (DRC) com o acesso ao património museológico da região.

Ao longo da última década alguns museus desenvolveram os seus sítios online. Agora o pretendido é “uma maior abrangência de museus e coleções disponibilizadas, com a presença de um património móvel, imóvel, imaterial e fontes documentais”, refere Francisco Clode, diretor de serviços de Museus e Património Cultural da Madeira.

Neste momento, no portal, os espaços que se encontram disponíveis são o Museu Quinta das Cruzes, o Casa-Museu Frederico de Freitas, o Museu Etnográfico da Madeira e o Mudas – Museu de Arte Contemporânea da Madeira.

O objetivo é estender a outros locais, “que façam parte da Rede Portuguesa de Museus, independentemente da sua tutela administrativa”, refere Francisco Clode, dando como exemplo o “Museu de Arte Sacra do Funchal e o Photographia Museu Vicentes”.

Neste momento o portal possui uma apresentação de cada núcleo museológico, seis exposições virtuais e 424 peças para consulta. A “facilidade da acessibilidade imediata ao património, com as suas respetivas informações” é uma das vantagens do website. De forma a facilitar o processo de pesquisa de uma determinada peça, o portal possui ainda vários filtros, como “autores” ou “categoria”, que permitem agilizar o processo. “Trata-se de um poderoso instrumento de divulgação patrimonial, que tornam próximas as coleções a todo o tipo de utilizadores”, refere Francisco Clode.

Mesmo com toda a componente visual, a verdade é que “nenhum portal substitui a presença física ou a visita aos museus” mas, como acrescenta este responsável, o portal “cria uma proximidade extraordinária com a memória patrimonial da Madeira”.

www.museus.madeira.gov.pt