Noites de quiz: como está a sua cultura geral?

As tradicionais Quiz Nights começam a ganhar destaque na noite madeirense.

Quais as cores da bandeira do Belize? É possível a água estar no estado gasoso, líquido e sólido ao mesmo tempo? Por quantos anos Larry King apresentou o programa Larry King Live? Respondeu tudo num piscar de olhos? Perfeito! Então está pronto para se aventurar pelos quiz bars da Madeira.

Tradicionalmente, a fórmula mais conhecida de um quiz bar é esta: divididos em pequenos grupos, os participantes recebem uma folha numerada. De seguida, um apresentador levanta, por ordem, várias questões que têm de ser respondidas o mais rapidamente possível.

As perguntas cobrem os temas de entretenimento, desporto, cultura geral e um jogo para descodificar a personalidade que está na imagem. Os vencedores desta maratona de perguntas podem sair do bar sem pagar nada. É que o prémio, normalmente, é o consumo dessa noite!

Tem sido assim, ao longo dos últimos anos, no Moynihan's Bar. Sempre às quintas-feiras, pelas 21:30 horas, o bar irlandês, situado na Rua Imperatriz D. Amélia, desafia os seus clientes com uma série de perguntas que avaliam a sua cultura geral. Sempre em inglês.

Até há pouco tempo, este era um dos poucos locais onde era possível desfrutar de uma noite de quiz.

Pedro Gonçalves estava de férias no norte de Portugal quando entrou num bar e deparou-se com “uma animação completamente diferente do que estava habituado”. No centro de cada mesa estava um comando sem fios e os clientes estavam “com os olhos postos nos vários ecrãs”. A cada pergunta as equipas iam trocando palpites e tentavam responder o mais rápido possível.

Tratava-se do Dr. Why. Surgido em Itália, em 1999, o jogo desafia os participantes a responderem a perguntas de várias áreas, pondo à prova a sua cultura, às vezes, não tão, geral.

Pedro percebeu que esta era a “dinâmica que faltava nos bares, restaurantes e hotéis" da ilha da Madeira. Desde junho os bares Los Primos, às quartas-feiras, e o Mexicano, às sextas-feiras, recebem o Dr. Why. Aos sábado é a vez do Bilha Café, na Camacha. Pedro Gonçalves é o animador destas noites.

A ideia é passar uma noite agradável com amigos, promover o convívio enquanto responde a algumas perguntas e, quem sabe, ganhar algum prémio! Entre vales de consumo até garrafas de vinho, passando por simples canetas, os prémios para a equipa que se sagra vencedora variam.

O programa está disponível em inglês, espanhol e em português, língua utilizada, para já, nos bares da região, mas o objetivo é divulgar e ”atrair a aposta” para outros locais e outro tipo de eventos, como casamentos e batizados, e explorar outros idiomas.