Filme português no Forum Madeira

Esta sexta-feira dia 27 de Outubro pelas 21:00 horas, os Cinemas NOS Forum Madeira exibem o filme de terror “A Floresta das Almas perdidas”

O Madeira Film Festival Screenings encerra o mês de Outubro com o filme português “A Floresta das Almas Perdidas”, uma exibição que conta com a presença do realizador José Pedro Lopes que no fim fará uma sessão de perguntas e respostas sobre o filme.

 

Sinopse:

“A Floresta das Almas Perdidas” é uma zona florestal densa e remota, o local de Portugal mais popular para a prática do suicídio. Numa manhã de verão, dois estranhos encontram-se por acaso no coração da floresta.

Ricardo (Jorge Mota) é um pai de família triste e deprimido, que perdeu a vontade de viver quando a sua filha mais velha Irene (Lília Lopes) se suicidou no lago glaciar que existe escondido na floresta. Carolina (Daniela Love) é uma jovem excêntrica e instável, que acha que tudo o que está relacionado com a morte é divertido, desde os livros de Virgínia Woolf à música de Elliott Smith.

Como o seu encontro inesperado os deixou constrangidos de ali estarem, os dois decidem adiar os seus suicídios e irem passear pela “Floresta das Almas Perdidas” e ver o que lá podem encontrar. Na sua caminhada vão-se conhecendo e ficando amigos: mas um deles não está a ser honesto.

Com Daniela Love, Jorge Mota e Mafalda Banquart como protagonistas, um filme de terror que marca a estreia na realização de longa-metragem José Pedro Lopes.

 

O Projecto:

Imaginado como uma boneca matriosca, “A Floresta das Almas Perdidas” é um perturbador conto de terror dentro de um drama sobre a chegada à idade adulta.

Filmado num magnético preto e branco em várias localizações do norte de Portugal e em Zamora (Espanha) entre 2014 e 2016. O elenco é liderado pela jovem Daniela Love (dos telefilmes “Offline” e “A Rapariga da Câmara de Filmar”) e conta com os talentos de Jorge Mota e Lígia Roque.

O filme estreou mundialmente em fevereiro de 2017 no Fantasporto, tendo percorrido festivais por todo o mundo, com destaque para o prestigiado Sydney Film Festival e o histórico Fant Bilbao - Festival de Cinema Fantástico de Bilbao, onde venceu o prémio de Melhor Filme.

 

O Realizador:

José Pedro Lopes nasceu no Porto em 1982. Estudou Administração de Empresas da Universidade Católica do Porto, tendo-se pós-graduado em Cinema na Escuela Septima Ars em Madrid.

Em 2011, fundou a produtora Anexo 82 com Ana Almeida, onde produziram curtas-metragens como “A Noiva”, Survivalismo”, “ A Tua Plateia” e “Videoclube”.

Em 2017, estreou-se como realizador de longas e como produtor de linha no documentário austríaco “Irmão Jakob, Estás a Dormir?” a estrear em 2018.